logo

Primeira fase do projeto

Contexto

Desde a campanha presidencial nos EUA em 2008, o Brasil aguardou a eleição de 2010 com expectativa: afinal, quem seria o nosso "Barack Obama"? Quer dizer, qual dos candidados à sucessão de Lula conseguiria mobilizar, com eficácia, seus eleitores conectados em redes sociais ou sites de relacionamento?

A pergunta faz todo sentido diante da presença cada vez maior do eleitor na rede. Avanço tecnológico, velocidade de processamento de dados, ferramentas de comunicação em rede e interfaces simples: variáveis que, combinadas, permitem a expansão de uma estrutura capaz de conectar usuários com facilidade, dispostos a criar, compartilhar, avaliar e recomendar conteúdos digitais.

Mas essa teia de informações, que pode ser vista com esperança aos olhos de quem valoriza o debate público e o fortalecimento da democracia, também carrega desconfiança e muitos palpites. Afinal, da mesma forma, é possível enxergar apropriações apenas em prol de números. Entretenimento que gera audiência, que favorece formatos de propaganda, por exemplo.

Diante disso, qualquer prognóstico em relação ao uso das mídias sociais antes das eleições, tanto por parte do eleitor quanto pelos estrategistas de campanha, era uma incógnita. Com o final do segundo turno, uma das impressões recorrentes é: a internet viu seus sistemas descentralizados ocupados por boatos e mentiras, deixando debates ou esforços de engajamento em segundo plano.

Será que foi isso mesmo? Por que não aproveitarmos uma consistente base de dados, composta por uma significativa amostragem de conteúdo disseminado em uma das mais populares ferramentas da internet, para verificarmos esta e outras hipóteses? Mais do que isso: que tal analisar estes dados e buscar padrões, origens e, consequentemente, fluxos informativos? Esta é a missão do NeoFluxo.

urna

O projeto

O projeto NeoFluxo foi elaborado pelo Grupo de Pesquisa TECCCOG (Tecnologia, Comunicação e Ciência Cognitiva e antigo TECCRED), com o apoio do CNPq. Iniciado no primeiro semestre de 2010, o objetivo do projeto diz respeito ao monitoramento dos fluxos comunicacionais durante a campanha presidencial de 2010.

Em princípio, a proposta seria monitorar todas as mensagens relacionadas aos dois principais candidatos à presidência da República (José Serra/PSDB e Dilma Rousseff/PT), enviadas a partir de fontes oficiais (Twitter, Facebook e textos do site oficial) e citadas por perfis públicos do Twitter. Com o crescimento da campanha de Marina Silva/PV ao final do primeiro turno, menções ao name dela também foram coletadas e armazenadas em bancos de dados, através de um software construído para este fim.

Algumas visualizações produzidas ainda na primeira fase do projeto foram elaboradas a partir de tais parâmetros. Posteriormente, para a segunda fase, delimitou-se como universo de pesquisa o Twitter em função das condições técnicas de seleção, descrição e interpretação dos dados.

A opção pela ferramenta também corresponde a vantagem técnica relativa à abertura do Twitter a partir de uma API. Permite-se que desenvolvedores externos criem programas independentes, que incorporem seus serviços - como, por exemplo, a varredura e coleta de dados publicados em perfis abertos.

O projeto foi dividido em duas frentes: (1) Propaganda televisiva e Twitter(2) Astroturfing. Os problemas relacionados às delimitações são, respectivamente: (1) Há relação entre as propostas divulgadas em propaganda eleitoral televisiva e o fluxo comunicacional no Twitter? (2) Há vetores artificiais no fluxo comunicacional no Twitter?

Para a coleta de dados, os pesquisadores assistiam à propaganda televisiva de cada candidato selecionando, no máximo, dez palavras ou expressões. Em até quinze minutos após o término do horário eleitoral, os pesquisadores inseriam as palavras e expressões selecionadas em um sistema que as indexava a partir de blog/site oficial dos candidatos, Twitter, Facebook, YouTube e Flickr.

Para a seleção das palavras/expressões, foi elaborado um conjunto de critérios valor-notícia, incluindo: Continuidade (frequência do termo durante toda a campanha), Repetição (frequência em uma mesma propaganda), Polêmica/Conflito (assunto polêmico ou ataque ao candidato concorrente), Novidade (termo inserido pela primeira vez no período de toda a campanha) e Dramatização (envolvendo testemunhos e similares).

projeto

Resultados

Ao término da primeira fase do NeoFluxo foi possível produzir visualizações disponibilizadas da seguinte maneira:

Nuvem de Tags: Tomando como palavra-chave os nomes dos candidatos, cada nuvem inclui os termos mais citados por usuários do Twitter relacionados aos mesmos, classificadas em função da freqüência.

Gráficos: São gráficos interativos que possibilitam identificar a relevância com a qual os termos, classificados segundo freqüência, foram tratados em cada meio (Fontes oficiais online, Tv ou Twitter).

Redes sociais V.1: Gráficos de linha que apresentam as mudanças desenvolvidas em canais oficiais dos candidatos (Twitter, facebook, site oficial, flickr e youtube), demonstrando-se a quantidade de atualizações efetuadas em ordem cronológica.

Redes sociais v.2: Representações esféricas das atualizações efetuadas em canais oficiais dos candidatos (Twitter, facebook, site oficial, flickr e youtube) expressas em percentuais.

charts

Nossa equipe - 1ª fase

foto Walter

Coordenador do projeto

:: Prof. Dr. Walter Lima

Doutor em Ciências da Comunicação pela ECA/USP (2003), com pós-doutorado na Universidade Metodista de São Paulo. Pioneiro em conteúdo jornalístico de Internet no Brasil, editor de Caderno de Informática e ex-assessor de Imprensa da USP. Consultor ad hoc da FAPESP. member da Cognitive Science Society e do Grupo de Ciência Cognitiva da USP. Líder do grupo de pesquisa Tecccog - Tecnologia, Comunicação e Ciência Cognitiva. Orienta trabalhos de mestrado e doutorado relacionados às tecnologias de comunicação e cognição e às mídias digitais e redes sociais. Pesquisador PQ 2 do CNPq. E-mail: walterlima@pq.cnpq.br - Twitter: @walter_lima

foto Caru

Pesquisadora convidada

:: Profa. Dra. Caru Schwingel

Jornalista, professora e pesquisadora em Ciberjornalismo e Cibercultura. Desde 1995 trabalha com tecnologias digitais e internet, desenvolvendo produtos e serviços. Realiza pesquisa sobre a cultura digital desde 2000. Participa de grupos de pesquisa nacionais e internacionais. E-mail: caruschwingel@gmail.com - Twitter: @caru

foto Amanda

Pesquisadora

:: Amanda Luiza S. Pereira

Formada em Comunicação Social (Publicidade e Propaganda), doutoranda em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo, member do grupo de pesquisa Tecnologia, Comunicação e Ciência Cognitiva. Na primeira fase do projeto realizou coleta de dados. E-mail: amanda.luiza@gmail.com

foto Andre

Pesquisador

:: André Rosa de Oliveira

Jornalista formado e pós-graduado pela Cásper Líbero. Foi subeditor do site Gazeta Esportiva.Net, onde trabalhou por nove anos. Por outros dois anos, foi gerente de conteúdo do Portal Comunique-se. Atualmente é doutorando em Comunicação Social pela UMESP, docente da UniSant’Anna no curso de Comunicação Social, responsável pelos cursos da área de Jornalismo Online do Portal Comunique-se e member do Tecccog. E-mail: andremarmota@gmail.com - Twitter: @andremarmota

foto Camila

Pesquisadora

:: Camila Zanqueta

Jornalista com mais de sete anos de experiência em comunicação corporativa, media training, gerenciamento de crises, relações públicas, relacionamento com imprensa, produção de conteúdo e mídias sociais. Atualmente atua em projetos de comunicação digital para a Microsoft. Pós-graduanda em Comunicação Organizacional na Faculdade Cásper Líbero e member do Teccred. Responsável no Neofluxo pela coleta de dados em portais (Uol, Ig, Terra e G1) sobre eleições 2010 duas vezes por semana e resumo do horário eleitoral com seleção de palavras chave uma vez por semana. E-mail: zanqueta.camila@gmail.com - Twitter: @zanqueta

foto Carol

Pesquisadora

:: Carolina Ribeiro Pietoso

Jornalista com experiência em todos os âmbitos da produção e edição de conteúdo online, além do planejamento, desenvolvimento e gerenciamento de projetos em redes sociais. É Mestre em Ciências de Publicação Eletrônica (MSc in Electronic Publishing) pela City University de Londres, Reino Unido, onde pesquisou o impacto de APIs públicas no jornalismo. No NeoFluxo, foi responsável por coleta de dados, pela abertura da API e pelas visualizações. E-mail: tantundem@gmail.com - Twitter: @tantundem

foto Diego

Pesquisador

:: Diego Sieg

Jornalista com foco em dados, desenvolvedor web, analista de dados, consultor de inovação em produtos digitais e empreendedor. Há mais de 8 anos, cruza as áreas de comunicação, tecnologia, design e negócios. É apaixonado por processos lean, métodos ágeis e participa com frequência de hackathons. Atualmente, participa de projetos incríveis na designa.com.br. É pós graduado em Teorias e Práticas da Comunicação, pela Faculdade Cásper Líbero. No NeoFluxo, foi responsável pelo encaminhamento tecnológico do projeto, design e desenvolvimento do website. E-mail: diegosieg@gmail.com - Twitter: @diegosieg

foto Jeferson

Pesquisador

:: Jeferson de Carvalho

Formado em Administração de Empresas e pós-graduado em Marketing após interromper a carreira de Engenharia Elétrica. Entusiasta da tecnologia e especialista em Marketing e Mídia Digital. Colaborou no Projeto NeoFluxo na coleta de dados. Pesquisa modelos econômicos para sustentabilidade das iniciativas contemporâneas em mídia digital. Email: jefersondecarvalho@terra.com.br - Twitter: @jefcarvalho

foto Mariana

Pesquisadora

:: Mariana Pascutti

Graduanda em Rádio e TV na Faculdade Cásper Líbero, pesquisadora de Iniciaçao Cientifica na mesma instituiçao. Graduou primeiro ano de Rádio e TV na UNESP - Bauru, e um ano e meio de Engenharia Elétrica na Universidade São Francisco. Monitora do Núcleo de Produção de Rádio e TV da Cásper Líbero, o qual realiza, entre outros projetos, matérias para o programa Ediçao Extra da TV Gazeta. Estagiária da TV Gazeta no setor de Computação Gráfica. E-mail: marianapascutti@gmail.com - Twitter: @maripascutti

foto Mauricio

Pesquisador

:: Maurício Maia

Desenvolvedor de sistemas web atuando em projetos para Universidades, ONGs, instituições públicas e startups. Trabalha com sistemas de larga escala e grandes volumes de dados. Dedica-se também ao jornalismo digital e à transparência de dados públicos. E-mail: mauricio.maia@gmail.com - Twitter: @mauricio

foto Rafael

Pesquisador

:: Rafael Vergili

Doutorando em Ciências da Comunicação pela ECA/USP e mestre em Comunicação pela Faculdade Cásper Líbero. Participou das fases de planejamento e coleta de dados na primeira fase do Projeto Neofluxo. É pesquisador do Tecccog (Tecnologia, Comunicação e Ciência Cognitiva), possui experiência na área de Assessoria de Imprensa e integra o corpo de jurados do Prêmio ABRP. Paralelamente, dedica-se ao estudo da inter-relação entre tecnologia, educação e práticas dos profissionais de Relações Públicas. E-mail: rvergili@gmail.com

foto Diolia

Participante da formulação do projeto enviado ao CNPq

:: Diólia de Carvalho Graziano

Formada em Engenharia pela UNICAMP, é mestre em comunicação pela Faculdade Casper Libero após interromper a graduação em Comunicação Social. Tem sólida experiência em comunicação organizacional, marketing de relacionamento, análise de comunicação e cadeia produtiva televisiva. Sua inquietação acadêmica é com o ritmo do avanço tecnológico e a legislação pertinente, em especial o audiovisual interativo de alta definição. Colaborou na fase de análise do edital e redação do projeto. E-mail: diolia2@gmail.com - Twitter: @Diolia

foto Liraucio

Participante da formulação do projeto enviado ao CNPq

:: Prof. Dr. Liraucio Girardi Júnior

Sociólogo, docente da Faculdade Cásper Líbero e pesquisador do Centro Interdisciplinar de Pesquisa (CIP).